Cerimônias religiosas e homenagem às vítimas da Covid-19 na programação de aniversário

Também foram destacados os esforços da gestão e de centenas de profissionais no combate a pandemia

Culto em louvor a Deus, missa em Ação de Graças e homenagens aos bequimãoenses vítimas da Covid-19. Foi assim a programação alusiva ao aniversário de Bequimão. O município completou 85 anos de emancipação política em meio à luta contra o coronavírus. Sempre celebrado com muita festa pela população, o aniversário foi ressignificado os momentos de fé e esperança. Também foram destacados os esforços da gestão e de centenas de profissionais que têm se dedicado a salvar vidas.

O Prefeito Zé Martins participa de cerimônia religiosa em frente a Prefeitura de Bequimão – Foto: Rodiney Luciano

A celebração evangélica, que normalmente inicia as comemorações ainda no dia 18, foi marcada pelo distanciamento social.  Neste ano, o culto em louvor a Deus pelo aniversário de Bequimão não teve plateia na Igreja Batista Cristã (IBC), mas foi transmitido ao vivo pelo Youtube. A medida foi tomada pelo prefeito Zé Martins, para evitar aglomerações. Pela internet, o apóstolo Adeildo levou mensagens de esperança à população, que permaneceu em casa.

Noite de Agradecimento a Deus pelos 85 anos de Bequimão foi marcada por muito louvor – Foto: Rodiney Luciano

O culto teve ainda participações do pastor Agemiro (pregador da Igreja Universal) e Rogério Paixão (diácono da Igreja Assembleia de Deus). O louvor foi conduzido por Ivoney Jesper, Vaninha Tavares, Karine Melo, Ivone Gusmão, Ana Elvira, e Adeilson Reis. O locutor da Rádio 92 FM, Ramony Lira, também participou da transmissão direto do município.

Auxiliares da administração municipal também participaram da homenagem às vitimas da Covid 19 – Foto: Rodiney Luciano

A programação continuou no dia seguinte. Assim como em todos os anos, o prefeito Zé Martins, acompanhado de secretários municipais, fez o tradicional hasteamento das bandeiras. Desta vez, de forma parcial, em sinal de respeito às famílias enlutadas pela perda de seus entes queridos, durante a pandemia do coronavírus.

A trabalho, o guarda municipal Jaildo França participa todos os anos da cerimônia. Mas, neste ano, o momento simbólico veio carregado de tristeza para o servidor. Ele perdeu o pai. “Eu jamais imaginei que essa pandemia pudesse levar meu pai a óbito. Peço à população do nosso município que se conscientize dessa nova realidade na qual estamos inseridos. Não espere perder um familiar para entender a importância da prevenção. A retomada gradual da rotina não significa que devemos baixar a guarda, e sim que precisamos estar cada vez mais atentos às normas e condutas para vencer esta guerra contra o coronavírus”, orientou, emocionado.

Missa em ação de graças pelos 85 anos de Bequimão, realizada na Igreja Santo Antônio e Almas, transmitida pelo YouTube – Foto: Rodiney Luciano

Mais tarde, às 18h, uma missa na Paróquia Santo Antônio e Almas encerrou a programação alusiva ao aniversário de Bequimão. A celebração eucarística foi presidida pelo Padre Domingos e também foi transmitida pelo YouTube. Estavam presentes o prefeito Zé Martins e auxiliares da administração municipal.

Ao fim da celebração, o prefeito de Bequimão garantiu que o município vai continuar envidando esforços para salvar vidas, no momento mais difícil da sua história. “Hoje, Bequimão completa 85 anos de emancipação política e estamos vivendo o capítulo mais difícil da nossa história. Mas vamos continuar lutando contra esse vírus, para proteger e garantir a saúde da nossa população. A pandemia, sem dúvidas, é o nosso maior desafio em décadas. Um desafio que vamos vencer com fé em Deus e muito trabalho”, concluiu Zé Martins.

Texto: Rômulo Gomes



0 Comentários


Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *