Projeto resgata a história cultural da Cidade Patrimônio Nacional

Cidade Patrimônio Histórico Nacional resgata a história de seus aparelhamentos culturais em um projeto que contempla os espaços museológicos com uma ampla programação de arte e cultura

Acontecerá em Alcântara, no próximo dia 26 de outubro, entre as 18 e as 23 h 30, a segunda edição do “Projeto Conhecendo Museus em Uma Noite sobre Alcântara”, proposta do Museu Histórico de Alcântara e da Casa do Divino com apoio da comunidade de Alcântara.  A ideia visa contribuir com a recente efervescência cultural que se verifica naquela cidade, com a presença de jovens produzindo arte e cultura. A proposta inclui declamação de poesias, apresentação da cantata pastoril, degustação de gastronomia da festa do Divino, e apresentação de artistas da terra.

Diante das mudanças permanentes e rápidas que estão acontecendo na sociedade contemporânea, os espaços museológicos se encontram em transmutação, operacionalizando mudanças de suas linguagens. Dessa forma, é necessário que novas abordagens sejam levadas adiante. Nos últimos anos, virou senso comum a definição de museu como um “lugar de memória”; seriam monumentos, instituições, rituais etc., criados com o intuito de preservar uma memória oficial, diferente do que acontecia em sociedades nas quais a memória era algo vivido no cotidiano e a sua preservação, realizada pelos próprios grupos sociais (NORA, 1993).

Música, poesia e gastronomia nos museus de Alcântara

Adotando essa orientação, e reforçando essa proposta, o Museu Histórico de Alcântara e a Casa do Divino estarão promovendo o início do projeto “Conhecendo Museus em Uma noite sobre Alcântara”, “iniciativa que busca, por meio de parcerias, desenvolver coletivamente ações que promovam as instituições culturais, dialogando com as mais diversas linguagens artísticas, dando visibilidade à cultura local, reconhecendo os fazedores de cultura como protagonistas dos seus saberes e fazeres, de modo que venha agregar valor ao segmento turístico de Alcântara”. O título do projeto é inspirado no romance “Noite sobre Alcântara”, de Josué Montello.

A ideia também procura estimular a ocupação dos museus que, mesmo que os mesmos abram suas portas o ano inteiro, ainda recebem pouca visitação dos moradores da cidade. A proposta será executada a partir das instalações do Museu Histórico. Um (a) personagem interpretará uma figura histórica ligada ou ao acervo do museu ou da própria cidade. Devidamente caracterizada, essa personagem aparecerá na sacada de uma das janelas superiores do prédio, dando boas-vindas aos visitantes. Estes serão recepcionados com

apresentações culturais, com serviço de iguarias gastronômicas. Será utilizada a teatralização para a recepção dos presentes, visando dar a conhecer a todos o acervo da Casa, num total de 15 a 20 pessoas por vez.

Após essa primeira visitação, os presentes serão guiados para conhecer a Casa do Divino, conduzidos por um dos personagens referenciais dessa Casa. As lanternas utilizadas nos cortejos noturnos do Festejo do Divino Espírito Santo serão utilizadas no percurso, servindo de referência durante o trajeto entre o Museu Histórico e a Casa do Divino, que equivale ao de duas quadras. A dinâmica será encerrada com convite para a degustação da gastronomia do Divino Espírito Santo. Todos estão convidados. O acesso as duas Casas onde acontecerão as dinâmicas se dar na compra de Voucher de R$ 5 (reais). O evento conta com apoio da Superintendência de Cultura Popular, através da Secretaria de Estado da Cultura – SECMA.

Legendas:

Foto 1 – Alcântara uma cidade com uma história que respira arte e cultura

Foto 2 – Música, poesia e gastronomia nos museus de Alcântara

Texto: Paulo Melo Sousa

Fotos: Divulgação



0 Comentários


Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *