Gilson Machado Neto toma posse como ministro do Turismo

Cerimônia, realizada no Palácio do Planalto, contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, tomou posse oficialmente nesta quinta-feira (17) em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. A solenidade contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro; do ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio; além de ministros, parlamentares, representantes do trade turístico e do meio cultural.

Gilson Machado assume o cargo após mais de um ano à frente da Embratur – Foto: Roberto Castro / MTur

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu o trabalho do ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio à frente do MTur, destacou a importância do turismo para o Brasil e desejou boa sorte ao ministro Gilson Machado Neto. “Ele deu tudo de si, passou um momento difícil com a pandemia, onde o primeiro setor atingido foi o turismo. Os fluxos internacionais deixaram de existir e os fluxos internos também foram reduzidos”, disse. “Marcelo, muito obrigado, você marcou história no turismo brasileiro. Quero desejar muita boa sorte ao Gilson, ou para os íntimos, Gilson da Sanfona”, afirmou.

Natural de Recife, capital de Pernambuco, o ministro Gilson assume a Pasta após mais de um ano como diretor-presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), onde atuou na promoção do turismo brasileiro no exterior e, mais recentemente, durante a pandemia, na promoção doméstica. Antes de assumir a presidência da Embratur, em maio de 2019, foi secretário nacional de Ecoturismo do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Membro do trade turístico da Rota dos Milagres e do Convention Bureau de Maragogi (AL), Machado Neto se formou em medicina veterinária, mas foi no turismo que encontrou sua vocação, atuando no setor por mais de 30 anos. Aos 52 anos, Gilson também é empresário, produtor de eventos e músico.

A partir de agora, Gilson será responsável por liderar as ações do Ministério do Turismo, composto pela Secretaria Executiva; Secretaria Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo; Secretaria Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões; Secretaria de Infraestrutura Turística; e Secretaria Especial da Cultura.

Em seu discurso, o ministro do Turismo destacou o trabalho desenvolvido para o setor durante a pandemia. “Nós, Marcelo (Álvaro Antônio), fizemos história no turismo junto com o presidente. O turismo sempre foi o patinho feio, ninguém nunca deu a importância que o turismo merece. Esse governo está dando, fazendo isso com ações concretas e não só com palavras”, declarou Machado Neto, citando, como exemplo, a liberação de vistos para australianos, norte-americanos (dos EUA E Canadá) e japoneses.

O ministro também ressaltou a importância do Congresso Nacional e do trade turístico para a retomada das atividades do setor. “Vamos precisar dos senhores no Congresso para que deem a devida importância ao turismo. O trade até hoje foi um guerreiro e sempre levou o turismo do Brasil para os outros países. O trade que foi tão atrapalhado por outros governos e agora tem um parceiro”, afirmou.

“O Brasil já está tendo não uma recuperação econômica, o Brasil está tendo ‘a’ recuperação econômica com o turismo. Quem fala isso são os números. Somos hoje o país da América Latina que tem o maior potencial de crescimento e velocidade de retomada. O turismo tem um papel importantíssimo pra isso”, explicou, registrando que as companhias áreas tiveram uma recuperação de 400% na malha aérea nos últimos meses.

O ministro Gilson citou ainda a vocação do governo do presidente Jair Bolsonaro em estar sempre perto da população, para ouvir demandas e tomar decisões. “Somos um governo itinerante. No último mês, andamos em mais de sete estados brasileiros. Então o nosso governo não faz as decisões ao pé da torre Eiffel tomando champanhe, comendo caviar ou conhecendo o Brasil pelo youtube”, comentou.

Sem Lockdown – Sobre novos fechamentos no setor turístico, o ministro fez um apelo que que não haja novo lockdown no país, pois o turismo no Brasil tem protocolos de biossegurança específicos para os segmentos. “Nosso país foi exemplo de manutenção de empregos, foi o país que menos desemprego teve. Faço um apelo a você governador, que não decrete lockdown. Nosso trade não aguenta mais. Faço um apelo”, disse.

De acordo com o Machado Neto, o Brasil emite para o exterior 11 milhões de turistas que gastam em torno de 19 bilhões de dólares e recebemos em torno de 6,5 milhões de turistas. “Temos um déficit na quantidade de turistas que vem para o Brasil. Esse turista hoje está viajando dentro do Brasil. Então a gente já vê uma recuperação superlativa”.

O ministro Gilson Machado Neto terminou sua fala se referindo a sua família, que estava presente no evento, e registrando as belezas do nosso país. “Vou terminar dizendo que tenho muito orgulho da minha família, aqui presente. Quero dizer uma coisa que aprendi com o senhor: palavra falam, exemplos gritam. Ser brasileiro é sempre estar ao lado de um destino incrível. É morar onde o mundo sonha em tirar férias.”

Edição: Gutemberg Bogéa



0 Comentários


Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *